sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

O FILME PUBLICITÁRIO DA CHANEL



Durante as férias assisti ao filme Chanel. O longa é um grande filme publicitário. A vida da estilista que conhecemos através da história da moda não corresponde a narrativa de Anne Fontaine. O cuidado com a reputação da marca e da maison Chanel é nítida, mas resultou na criação de um filme "publicitário" frio, que não coaduna com o espírito da marca. Audrey Tautou - uma atriz que gosto - constroi uma Gabrielle bela, magra, mas insignificante no trato com a dor, as angústias da personagem, que fez o mundo inteiro se vestir de preto, em luto pela morte de Boy Capel.

4 comentários:

Talvez Você Tropece nisso.... disse...

aiai tenhu que assistir esse filmee...nahn...bjoss

Tânia Dourado disse...

Para Talvez você tropece nisso: assista sim, depois me conta o que achou.

Janice disse...

Gostaria de tirar algumas dúvidas, adorei o blog, e estou em momento de definição sobre o tema de monografia, e acho que você é a pessoa certa para me ajudar.
Meu e-mail é nice_rusch@hotmail.com
Agradeço.

dilemmas disse...

finalmente uma crítica ao filme que eu concordo!!
estava já cansada de ouvir os outros falando o quanto é filme é bonito... mas cadê a Chanel? cadê aquela imagem forte da Chanel que, pelo menos eu, tinha?
essa Chanel do filme é meio melancólica, muito sem graça, totalmente sem personalidade... e você falou uma coisa que eu não tinha parado para pensar: isso foi uma enorme publicidade para a maison ¬¬